Utopia

Este é o fim

Não importam os sonhos

desejos adormecidos

com a falsa esperança

de acordar

Desista,

simplesmente desista de lutar

Não adianta estender os braços

se não se pode alcançar

Sua intenção foi nobre

mas de que adianta a nobreza

não se pode ir contra a correnteza

Está tudo controlado

Seu universo de sonhos,

desolado

E você ainda resiste

numa luta que parece não ter fim

Você luta,

mas fracamente

Suas forças lhe abandonaram

Todos eles em uma só voz

levantaram

“Você está condenado”

Foi o que se ouviu

quando juntos eles gritaram

 

Agora é tarde

Não há como voltar atrás

nessa guerra declarada

Mesmo que a cidade

te observe calada

Não haverá piedade

se com a derrota

aceitar a sua calamidade

Levante a cabeça

marche com firmeza

Mostre segurança no seu andar

quem sabe ao te ver

alguém possa se inspirar?

 

Sempre estive preocupada

mas já não posso fazer nada

Apenas espero que alguém seja tocado

pela sua história, sua vida

E em seus pensamentos

não possa deixá-lo de lado

mas siga em frente lutando

contra a opressão

Podem destruir um sonhador

mas outros virão com o mesmo sonho

e nada poderá detê-los

Pois quem sabe a verdade

não aceita qualquer palavra

não se deixará manipular

E nessa mesma cidade

se levantarão

e veredicto será dado

“Vocês estão libertados”







Layout base por Julie Duarte ♥ Modificado e customizado por Segredo Feminino