Sobre o amor às almas

Todos os dias, se observarmos ao nosso redor, poderemos ver pessoas com falsos sorrisos, falsa alegria. Seguem seu rumo sem saber onde chegar, estão desorientadas e não há ninguém para guiá-las; o que faremos diante disto? Ora, como diz a palavra de Jesus: "Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso" (MT 11:28), assim deverá ser feito.
Mas como essas pessoas buscarão a Cristo se nunca houve alguém para mostrar-lhes o caminho? "Mas como as pessoas irão pedir se não crerem nele? E como poderão crer, se a mensagem não for anunciada? E como é que a mensagem será anunciada se não forem enviados mensageiros?" (RM 10:14)
Quem são os mensageiros aqui referidos por Paulo? Somos nós, cristãos. Sabemos que não há mais muito tempo, enquanto olhamos para os lados milhares de almas são lançadas ao fogo. Não podemos esperar que essas pessoas venham nos procurar, nós é que devemos ir em busca dos desorientados, dos aflitos. "Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores" (MT 28:19). É o nosso dever consolar os que choram e apresentar a estes o verdadeiro amor ágape. Os "povos do mundo" que Jesus mencionou não são apenas os que estão distantes, em outros países; são todos mesmo. As pessoas que encontramos no trabalho, na escola, no curso, na rua, no ônibus, pessoas que nos rodeiam; todas precisam de uma palavra amiga. Pode ser que uma simples frase faça com que alguém desista de fazer o mal a si mesmo. Quantos testemunhos já ouvimos de pessoas que foram salvas por alguém que apenas entregou um versículo da palavra de Deus, uma pequena frase de consolo e esperança, pessoas que desistiram do suicídio ao perceberem que nada é impossível ao que crê, pois sempre há uma esperança e que Cristo nos espera de braços abertos não importam quais tenham sido nossas transgressões.
Já vi muitos cristãos que, infelizemente, sentem-se intimidados com o mundo, tem medo do que pode acontecer. Esquecem o que está na Palavra: "Por serem meus seguidores, vocês serão levados aos governadores e reis para serem julgados e falarão a eles sobre o evangelho, pois antes de chegar o fim, o evangelho precisa ser anunciado a todos os povos [...] não fiquem preocupados, antes da hora, com o que irão dizer. Quando chegar o momento digam o que Deus lhes der para dizer. Porque as palavras que disserem não serão de vocês mesmos, mas virão do Espírito Santo." (MC 13:9-11)
Nesta passagem Jesus nos alerta para duas coisas: não há necessidade de nos preocuparmos com nossas palavras, com o quê dizer, pois o Espírito que está em nós se encarregará de tudo; e sim, seremos perseguidos, e esse aviso é dado para que apenas os corajosos sigam a Cristo, o Reino dos Céus não é para covardes, mas apenas para aqueles capazes de colocarem esse mundo em segundo plano e buscar apenas as coisas do alto. Lembrando sempre o que Jesus falou sobre os que se envergonham do Seu nome: "Se uma pessoa afirmar publicamente que pertence a mim, eu também, no Dia do Juízo, afirmarei diante do meu Pai, que está no céu, que ela pertence a mim. Mas, se uma pessoa disser publicamente que não pertence a mim, eu também, no Dia do Juízo, direi diante do meu Pai, que está no céu, que ela não pertence a mim" (MT 10:32). Será terrível para essas pessoas serem negados por Jesus, façamos a nossa parte para que isso não aconteça conosco.
Essa afirmação pública da qual Jesus fala, não se resume apenas a negá-lo através de palavras, mas também se refere ao exemplo dessa pessoa. Nós como cristãos devemos ter uma conduta impecável, devemos ser luz para iluminar os que estão em trevas. "Assim também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês que está no céu" (MT 5:16). Isso significa obedecer todos os mandamentos que nos foram deixados, como diz em Provérbios, devemos gravar os mandamentos na tábua do nosso coração. Inclusive o mandamento de amor ao próximo, que Jesus classificou como o segundo mandamento mais importante (o primeiro é amar a Deus acima de todas as coisas).
Ora, se amamos o próximo, é natural desejarmos o melhor para essa pessoa. É natural que apresentemos aos outros a felicidade que obtemos quando estamos com Deus, para isso é necessário que falemos sobre Ele. Se a pessoa não aceitar, não há problema; a nossa parte foi feita."Quem ouve vocês está me ouvindo; quem rejeita vocês está me rejeitando; e quem me rejeita está rejeitando Aquele que me enviou" (LC 10:16), são as palavras de Jesus. Mesmo que uma pessoa rejeite a Deus, o nosso amor por sua alma deve continuar vivo, no futuro talvez essa pessoa mude de ideia e então nossa alma se alegrará junto com os anjos, pois uma alma salva alegra o céu. E não importa o quão distante que as pessoas estejam do caminho estreito, temos a fé de que tudo pode acontecer "Porque para Deus nada é impossível" (LC 1:37).








Layout base por Julie Duarte ♥ Modificado e customizado por Segredo Feminino