Fim de ano

ayanami_rei_smile E aqui estamos mais uma vez terminando um ano, para mim a maior parte foi de bons momentos. Meu primeiro ano de faculdade, conheci várias pessoas que se tornaram muito queridas pra mim, fiz cosplays pela primeira vez, apesar de não ter ido em nenhum evento.

Agradeço a Deus por mais um ano abençoado e tenho certeza que o próximo ano será ainda melhor, mesmo que tenha alguns probleminhas, não serão mais do que isso, o que mais importa é a certeza que Deus nos protege e guarda, e estar junto com as pessoas que a gente ama.

Desejo a todos que lêem meu blog um ótimo ano, que Deus abençõe a cada um, muito obrigada por acompanharem minhas postagens. NEKOMIMI (1)

Não tenho tido muito tempo de preparar posts interessantes, mas nessas férias quero escrever alguns bons textos e parar de ficar enchendo post com imagens xD espero que continuem dando uma olhada por aqui de vez em quando.

Abraços e até a proxima /o/

Por que culpamos a Deus?

Um dos primeiros supostos argumentos daqueles que não crêem em Deus é sobre as tragédias e calamidades no mundo. Quando falamos que Deus é bom, imediatamente alguém retruca: “Se esse Deus é bom, se Ele realmente existe, por que crianças são abandonadas? Por que existe fome e sofrimento? Por que guerras e dor?”.

Nesse texto busco esclarecer rapidamente sobre esse assunto; as trsitezas que vemos num mundo que deveria ser perfeito entristecem aqueles que sabem o propósito da criação.

Pois bem, no primeiro capítulo de Gênesis vemos a narração da criação do mundo, os seis dias em que Deus trabalhou e o sétimo em que descansou. A partir versículo 27 podemos ler quando Deus criou os seres humanos:

Ele os criou parecidos com Deus. Ele os criou hoomem e mulher e os abençoou, dizendo:

-Tenham muitos e muitos filhos; espalhem-se por toda a terra e a dominem. E tenham poder sobre os peixes do mar, sobre as aves que voam no ar e sobre os animais que se arrastam pelo chão. Para vocês se alimentarem, eu lhes dou todas as plantas que produem sementes e todas as árvores que dão frutas (…) E assim aconteceu. E Deus viu que tudo o que havia feito era muito bom. A noite passou e veio a manhã. Esse foi o sexto dia” (Gn 1:27-31 NTLH grifo meu).

Vemos que o próprio Deus, o ser supremo, perfeito, viu que sua obra era boa. Agora imagine se pudessemos estar lá, Deus permitiu que o homem tivesse domínio sobre o restante da criação, assim podemos usá-la para alimentação, lazer, para construir abrigo ou para qualquer outra necessidade humanas. Além disso, se ainda estivéssemos lá teríamos uma vida muito mais saudável do que a que temos hoje, nada de produtos sintéticos, ar puro, alimentos diretos da fonte, inocência e pureza, um mundo sem pecado.

Mas como o coração do homem é enganoso; Deus criou o homem com capacidade para ecolher o que quer fazer, o homem não se sentiu satisfeito em seguir apenas uma regrinha que Deus colocou:

E o Senhor deu ao homem a seguinte ordem:

-Você pode comer as frutas de qualquer árvore do jardim, menos da árvore que dá o conhecimento do bem e do mal. Não coma a fruta dessa árvore; pois no dia em que você a comer, certamente morrerá.” (Gn 2:16-17 NTLH)

O homem foi criado para ser imortal, mas sempre teria a inocência, pois não existia pecado na terra recém criada.

Uma simples ordem a seguir diante de tanta liberdade, mas para o homem não foi suficiente.

“O homem disse:

- A mulher que deste para ser a minha companheira me deu a fruta, e eu a comi.

Então o Senhor perguntou à mulher:

-Por qu você fez isso?

A mulher respondeu:

-A cobra me enganou e eu comi.” (Gn 3:12-13 NTLH)

 

Assim o pecado entrou no mundo, não foi o primeiro pecado como muito dizem, e também não foi o sexo, como durante anos certas igrejas pregavam. O pecado já existia desde Lúcifer, pois este deixou a soberba tomar conta do seu coração, mas esse assunto fica pra outra hora. O primeiro pecado do homem não foi nada mais, nada menos do que a desobediência.

Outro detalhe que não podemos esquecer é o costume humano de não querer assumir a responsabilidade pelo seu próprio erro. O homem culpou a mulher, a mulher culpou a serpente. Será mesmo que não é diferente hoje? Claro que não, o homem sempre está procurando um culpado para seus próprios erros.

Sabemos que toda ação tem uma reação, toda atitude tem uma consequência. Então quando Deus viu que o homem e a mulher não resistiram e lhe desobedeceram aplicou-lhes um castigo. Não, isso não quer dizer que Deus é mau e não nos quer bem; qual o pai que não tenta corrigir o filho quando este faz algo que não deveria? Apenas os maus pais deixam que os filhos façam o que querem sem que haja consequências diretas.

“Então o Senhor Deus disse à cobra:

-Por causa do que você fez será castigada. Entre todos os animais só você receberá essa maldição: de hoje em diante você vai andar se arrastando pelo chão e vai comer o pó da terra.(…) (A descendência da mulher) esmagará a sua cabeça e você picará o calcanhar da descendência dela.

Para a mulher Deus disse:

-Vou aumentar o seu sofrimento na gravidez, e com muita dor você dará à luz filhos (…)

E para Adão Deus disse o seguinte:

- (…) Por causa do que você fez, a terra será maldita. Você terá que trabalhar duramente a vida inteira a fim de que a terra produza alimento suficiente (…) Terá de trabalhar no pesado e suar para fazer com que a terra produza algum alimento; isso é até que você volte para a terra, pois dela você foi formado. Você foi feito de terra e vai virar terra outra vez” (Gn 3:14-17 NTLH grifo meu)

Logo mais podemos ler em Gênesis 3:22 que Deus não permitiria que o homem comesse da árvore da vida e assim não poderia viver eternamente.

Por causa de seu erro o homem e a mulher perderam sua imortalidade, inocência e teriam que sentir dor e cansaço para construir e manter sua família.

A partir daí o homem povoou o mundo até os dias atuais, como Deus tinha prometido o homem tem domínio sobre a natureza e tudo que há nela. Será que a culpa é de Deus pelas catástrofes naturais, quando a própria ciência explica que se devem à vários fatores como contaminação das águas, destruição da camada de ozônio, poluição do ar? Será que a culpa é de Deus quando encontramos crianças abandonadas e abusadas andando pelas ruas? Quando vemos a fome e a miséria ao nosso redor? Realmente a culpa é de Deus? Ou a culpa é do sistema que o homem criou?

Os sistemas de governo em geral beneficiam aqueles que já tem dinheiro, mesmo iniciativas que visam ajudar pessoas em situação de marginalidade, não conseguem dar conta de tanta gente que sofre. Você realmente acredita que com todo o dinheiro que existe no mundo não seria possível extinguir a miséria? Mas além de enganoso, o coração do homem é egoísta, senão nós já teríamos ajudado muita gente por aí. E depois ainda queremos buscar alguém para culpar, assim como fizeram Adão e Eva. Nós somos responsáveis pelas nossas escolhas e atitudes, este é o livre arbítrio que Deus nos deu; podemos fazer o que quisermos, não é ótimo? Infelizmente a maioria das pessoas faz o que quer sem se importar com o próximo. Mesmo quem busca estar próximo de Deus erra, às vezes magoamos alguém sem perceber, ou deixamos de ajudar alguém que precisava, sem saber disso.

Este é o mundo que o homem escolheu, escolheu ter o conhecimento do bem e do mal, sua inocência o abandonou e a maldade passou a estar cada vez mais presente no cotidiano, as pessoas pagam um pelos outros, gente inocente é morta pela ganância de outras. Mas Deus é tão bom que mesmo que o homem negue a Ele todos os dias e tente provar sua inexistência, Ele ainda está de braços abertos para aqueles que reconhecem que só nEle há esperança e conforto para aqueles que sofrem, foi por amar tanto a sua criação que Deus, o Pai, enviou Jesus, seu filho, para que pregasse sua palavra e trouxesse redenção para aqueles que a buscam. Deus não é injusto, Ele perdoa e quer dissipar toda dor, mas Ele também é educado, só vai entrar em nossos corações se abrirmos a porta, Ele jamais nos forçará a seguirmos suas leis. E como disse Jesus:

Venham a mim todos vocês que estão cansados de carregar suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso. Sejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso. Os deveres que eu exijo de vocês são fáceis, e a carga que eu ponho sobre vocês é leve” (Mateus 11:28-29 NTLH)

É um prazer servir a Deus, seguir suas leis não é sacrifício, mas uma alegria que temos todos os dias, pois sabemos que um dia toda dor e sofrimento deixará de existir, pois Deus recompensa os filhos que lhe são fiéis.

“Ele enxugará dos olhos deles todas as lágrimas. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor. As coisas velhas já passaram.

Aquele que estava sentado no trono disse:

-Agora faço novas todas as coisas!” (Apocalipse 21:4-5 NTLH)

Esse será o cumprimento para a promessa que Jesus fez em Mateus 5:

“Felizes as pessoas que choram, pois Deus as consolará (…) Felizes as pessoas que tem misericórdia dos outros, pois Deus terá misericórdia delas. (…) Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como seus filhos”

Essa é a promessa que as pessoas que amam a Deus, reconhecem seus erros e se entregam de corpo, alma e espírito a Cristo, um dia irão receber.

Por enquanto, é isso Alegre

Era pra ser um pequeno texto, mas aqui está, obrigada a quem leu até o fim e espero que Deus toque em você de alguma forma.

Cassi.

Recomeço

Não há mais história,
Tudo já passou.
Apenas teias de aranha,
É a lembrança que restou.

O tempo castigou,
Não somos mais os mesmos.
Parece até que o vento levou
Nossos sentimentos e desejos.

Uma nova linha começa a ser traçada,
Degrau a degrau eu subo minha escada,
É só mais uma página virada,
De um infeliz conto de fadas.

Passo a passo começa a renovação,
Quem sabe a felicidade encontre meu coração.
Sem lembranças e recordações,
Sem os grilhões da solidão.

José Lourenço

Poesias de novo e uma parceria

Fui pega de surpresa por um amigo que, no twitter, propôs uma parceria aqui pro blog. Como toda colaboração é bem vinda, aqui estou apresentando a vocês algumas poesias que foram escritas por José Lourenço. Eu também achei interessante ter outro estilo de poesia aqui. Espero que gostem, assim como eu.

Primeiro, uma pequena poesia até que eu organize as coisas todas Smiley mostrando a língua

“Na ilusão de te amar eu insisto.
Enquanto houver lua eu não desisto.
Você é minha missão impossível,
Tão longe, perto, fácil e difícil.

É algo inexplicável,
Tão doce, suave, amável...
Ainda não sei se é amor ou paixão,
Só sei que você roubou meu coração!”

 

That’s all folks o/

Devaneio–Relações humanas na atualidade

Em nossa sociedade, atualmente, tem se tornado cada vez mais difícil a convivência entre as pessoas, quer seja no trabalho, na escola ou no casamento. As pessoas estão cada vez mais individualistas, já não pensam mais no coletivo.

Para onde quer que olhamos há seleções, um convite à competição. Temos que ser os melhores sempre, o que acaba fazendo com que valores como humildade, compaixão e até simpatia sejam deixados de lado; já que que muitos usam-se da fraqueza do outro para se autoafirmarem.

O ser humano não consegue perceber que jamais será completamente independente do seu próximo. É essencial contar com alguém para compartilhar todos os momentos da vida, fáceis ou difíceis. É uma necessidade humana; a alegria e as vitórias, quando compartilhadas, são melhores vivenciadas.

Quando falamos em “sociedade”, estamos generalizando, mas o certo é que ainda existem pessoas que acreditam nos sentimentos como amor, amizade e a bondade, que são extremamente necessários para se criar e manter um relacionamento feliz e saudável.

Dia das crianças e as minhas crianças

E colocando aqui o que eu deixei de colocar no outro post, eu apresento a vocês a minha afilhada, menininha mais linda do mundo :3 tem 7 meses, é filha dos meus dindos e se chama Mariane.
DSC_3308DSC_3295



Aposto que vocês gostaram mais deste post do que aquele que eu falei de mim Smiley mostrando a língua

Dia das crianças e cadê meu presente?

Logo chega o Dia das Crianças, eu ainda não me acostumei a ser adolescente e é até estranho pensar que ano que vem estarei oficialmente me tornando uma adulta, o tempo passa tão rápido e eu nem percebi, não posso mais usar a desculpa de que "sou uma criança” pra tudo.

Enfim, querendo vocês ou não (se é que existe alguém além de mim nesse blog), vou mostrar minha carinha de quando era pequena (bom, eu ainda sou pequena). Sinceramente, eu era tão fofa *—*

Chibi-chibi100_5043

8 anos

Sim, esse é um post “pra encher linguiça” e o tempo perdido foi de quem leu hsuahsuahsu

mas obrigada Alegre

Utopia

Este é o fim

Não importam os sonhos

desejos adormecidos

com a falsa esperança

de acordar

Desista,

simplesmente desista de lutar

Não adianta estender os braços

se não se pode alcançar

Sua intenção foi nobre

mas de que adianta a nobreza

não se pode ir contra a correnteza

Está tudo controlado

Seu universo de sonhos,

desolado

E você ainda resiste

numa luta que parece não ter fim

Você luta,

mas fracamente

Suas forças lhe abandonaram

Todos eles em uma só voz

levantaram

“Você está condenado”

Foi o que se ouviu

quando juntos eles gritaram

 

Agora é tarde

Não há como voltar atrás

nessa guerra declarada

Mesmo que a cidade

te observe calada

Não haverá piedade

se com a derrota

aceitar a sua calamidade

Levante a cabeça

marche com firmeza

Mostre segurança no seu andar

quem sabe ao te ver

alguém possa se inspirar?

 

Sempre estive preocupada

mas já não posso fazer nada

Apenas espero que alguém seja tocado

pela sua história, sua vida

E em seus pensamentos

não possa deixá-lo de lado

mas siga em frente lutando

contra a opressão

Podem destruir um sonhador

mas outros virão com o mesmo sonho

e nada poderá detê-los

Pois quem sabe a verdade

não aceita qualquer palavra

não se deixará manipular

E nessa mesma cidade

se levantarão

e veredicto será dado

“Vocês estão libertados”

Sobre o amor às almas

Todos os dias, se observarmos ao nosso redor, poderemos ver pessoas com falsos sorrisos, falsa alegria. Seguem seu rumo sem saber onde chegar, estão desorientadas e não há ninguém para guiá-las; o que faremos diante disto? Ora, como diz a palavra de Jesus: "Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso" (MT 11:28), assim deverá ser feito.
Mas como essas pessoas buscarão a Cristo se nunca houve alguém para mostrar-lhes o caminho? "Mas como as pessoas irão pedir se não crerem nele? E como poderão crer, se a mensagem não for anunciada? E como é que a mensagem será anunciada se não forem enviados mensageiros?" (RM 10:14)
Quem são os mensageiros aqui referidos por Paulo? Somos nós, cristãos. Sabemos que não há mais muito tempo, enquanto olhamos para os lados milhares de almas são lançadas ao fogo. Não podemos esperar que essas pessoas venham nos procurar, nós é que devemos ir em busca dos desorientados, dos aflitos. "Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores" (MT 28:19). É o nosso dever consolar os que choram e apresentar a estes o verdadeiro amor ágape. Os "povos do mundo" que Jesus mencionou não são apenas os que estão distantes, em outros países; são todos mesmo. As pessoas que encontramos no trabalho, na escola, no curso, na rua, no ônibus, pessoas que nos rodeiam; todas precisam de uma palavra amiga. Pode ser que uma simples frase faça com que alguém desista de fazer o mal a si mesmo. Quantos testemunhos já ouvimos de pessoas que foram salvas por alguém que apenas entregou um versículo da palavra de Deus, uma pequena frase de consolo e esperança, pessoas que desistiram do suicídio ao perceberem que nada é impossível ao que crê, pois sempre há uma esperança e que Cristo nos espera de braços abertos não importam quais tenham sido nossas transgressões.
Já vi muitos cristãos que, infelizemente, sentem-se intimidados com o mundo, tem medo do que pode acontecer. Esquecem o que está na Palavra: "Por serem meus seguidores, vocês serão levados aos governadores e reis para serem julgados e falarão a eles sobre o evangelho, pois antes de chegar o fim, o evangelho precisa ser anunciado a todos os povos [...] não fiquem preocupados, antes da hora, com o que irão dizer. Quando chegar o momento digam o que Deus lhes der para dizer. Porque as palavras que disserem não serão de vocês mesmos, mas virão do Espírito Santo." (MC 13:9-11)
Nesta passagem Jesus nos alerta para duas coisas: não há necessidade de nos preocuparmos com nossas palavras, com o quê dizer, pois o Espírito que está em nós se encarregará de tudo; e sim, seremos perseguidos, e esse aviso é dado para que apenas os corajosos sigam a Cristo, o Reino dos Céus não é para covardes, mas apenas para aqueles capazes de colocarem esse mundo em segundo plano e buscar apenas as coisas do alto. Lembrando sempre o que Jesus falou sobre os que se envergonham do Seu nome: "Se uma pessoa afirmar publicamente que pertence a mim, eu também, no Dia do Juízo, afirmarei diante do meu Pai, que está no céu, que ela pertence a mim. Mas, se uma pessoa disser publicamente que não pertence a mim, eu também, no Dia do Juízo, direi diante do meu Pai, que está no céu, que ela não pertence a mim" (MT 10:32). Será terrível para essas pessoas serem negados por Jesus, façamos a nossa parte para que isso não aconteça conosco.
Essa afirmação pública da qual Jesus fala, não se resume apenas a negá-lo através de palavras, mas também se refere ao exemplo dessa pessoa. Nós como cristãos devemos ter uma conduta impecável, devemos ser luz para iluminar os que estão em trevas. "Assim também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês que está no céu" (MT 5:16). Isso significa obedecer todos os mandamentos que nos foram deixados, como diz em Provérbios, devemos gravar os mandamentos na tábua do nosso coração. Inclusive o mandamento de amor ao próximo, que Jesus classificou como o segundo mandamento mais importante (o primeiro é amar a Deus acima de todas as coisas).
Ora, se amamos o próximo, é natural desejarmos o melhor para essa pessoa. É natural que apresentemos aos outros a felicidade que obtemos quando estamos com Deus, para isso é necessário que falemos sobre Ele. Se a pessoa não aceitar, não há problema; a nossa parte foi feita."Quem ouve vocês está me ouvindo; quem rejeita vocês está me rejeitando; e quem me rejeita está rejeitando Aquele que me enviou" (LC 10:16), são as palavras de Jesus. Mesmo que uma pessoa rejeite a Deus, o nosso amor por sua alma deve continuar vivo, no futuro talvez essa pessoa mude de ideia e então nossa alma se alegrará junto com os anjos, pois uma alma salva alegra o céu. E não importa o quão distante que as pessoas estejam do caminho estreito, temos a fé de que tudo pode acontecer "Porque para Deus nada é impossível" (LC 1:37).


Roma - Breve resumo do Império

Roma é reconhecida como  um dos grandes Impérios da antiguidade. Com uma campanha que seguiu dominando todas as terras conhecidas na época, era temida e criou um Império baseado na mão-de-obra escrava. A guerra era um dos elementos fundamentais para o crescimento de Roma, pois era o que trazia escravos, terras e dinheiro.
Porém, como nem tudo são flores, surgiu uma resistência entre os soldados contra o poder senatorial, pois estavam cansados da guerra e dos baixos soldos; além disso o soldado que estava no campo perdia suas terras em Roma e podia ser demitido sem indenização. Percebendo a revolta das legiões, os generais usaram esse sentimento ao seu favor, assim em troca de favores econômicos, os generais tinham a lealdade dos legionários.
Os soldados estavam sendo rebaixados para a classe mais pobre. Várias guerras civis surgiram e a força das legiões era usada para defender os interesses pessoais de seus generais.
Paralelamente a isso, os camponeses sofriam com a miséria pelo mesmo motivo: a concentração das riquezas nas mãos dos nobres patrícios. Os camponeses que perdiam suas terras, invadiam e superlotavam as cidades. Mesmo com o tribunato da plebe, não conseguiam muita coisa, pois seus líderes acabavam sendo manipulados pelos Senadores. Quando o povo exigiu melhores condições, a aristocracia começou a temer, pois César, que era defendido pela plebe, tornou-se uma ameaça ao poder dos patrícios.
Após a morte de César, assumiram o poder seu sobrinho, Otávio Augusto, Lépido e Marco Antônio. Lépido logo foi afastado do governo. A nobreza italiana uniu-se a Augusto como uma forma de ir contra Marco Antônio, que cometeu suicídio junto com Cleópatra.
Augusto, dessa forma, tornou-se o líder supremo do Império Romano, o ditador, imperator, que com a monarquia conseguiu aliviar as tensões mais perigosas da última república.

A pólis Grega: Democracia - O Discurso de Péricles

O discurso atribuído a Péricles é, antes de tudo, o discurso que Tucídides escreveu. Segundo M.I. Finley, todos os discursos da obra História da Guerra do Peloponeso são textos do autor, pois são escritos no mesmo estilo.
Refletindo sobre a oração fúnebre de Péricles, nos parece que ao seu início o orador estava contrário à tarefa que lhe foi delegada (mas só estava sendo modesto). Logo começa a elogiar a cidade de uma maneira  nunca vista, exaltando Atenas de uma forma que pode nos levar a crer que não existia lugar melhor nem cidade mais igualitária para se viver.
Péricles diz que "nem mesmo os espartanos se atreveram a invadir sua cidade sem que estivessem acompanhados de todos os aliados", e continua dizendo que os atenienses mesmo sem ajuda conseguiram derrotar adversários em países estrangeiros. Nessa passagem podemos notar o que talvez sejam palavras de autoafirmação para que o povo não se deixasse abater pelas muitas noites em batalha.
Na mesma obra de Tucídides há também o discurso de outro ateniense, Nícias, no qual o orador diz que os homens são a pólis e a palavra usada para "homens" é andres que define homens adultos do sexo masculino, começam aí as desigualdades. Mulheres não fazem parte da pólis, crianças também não.
Vale lembrar que o autor da obra em que estão reunidos estes discursos via o povo como estúpido, ignorante, crédulo e instável, diferente da visão de Péricles; Tucídides em seu preconceito diz que o maior mérito de Péricles foi governar as massas e não ser governado por elas.
Porém, podemos concordar em parte com Tucídides, pois o povo realmente era crédulo e facilmente manipulado pelas palavras de um orador eloquente.
Buscando mais sobre Atenas podemos enxergá-la melhor e então vemos que e democracia ateniense não era tão perfeita como apresentada no belo discurso de Péricles.
Os cidadãos eram levados a acreditar que o melhor a fazer era se sacrificar pela democracia.
Em 338, os atenienses e seus aliados tebanos foram derrotados pelos macedônios e gregos comandados por Filipe. Após ser dominada Atenas foi tratado com certa deferência, pois Filipe pretendia fazer uso de sua esquadra. Mesmo após a morte de Filipe Atenas ficou em paz, mas sabia que a Macedônia, assim como os espartanos, não era favorável à democracia.
Assim, o maior medo dos atenienses era perder o direito à democracia; tanto era que criaram uma divindade para representar o sistema, chamada Democratia; provavelmente como uma forma ou tentativa de atemorizar os invasores.
Apesar dos esforços, a democracia não resistiu. Os atenienses voltaram à época dos reis e oligarcas, revivendo o imperialismo.
O sistema de governo que foi tão elogiado acabou esquecido e desvalorizado, tanto que um grego, Élio Aristides, chegou a elogiar o Império Romano dizendo que este era "uma perfeita democracia, sob o comando de um único homem".

Sobre o amor

Eu olho esses relacionamentos, tanto na internet, quanto na rua, e fico me perguntando quantos deles são verdadeiros? Será que em todos o sentimento é mútuo entre o casal? Não posso negar que às vezes sinto uma certa vontade de ter alguém também, mas quando penso na quantidade de problemas e a responsabilidade que isso pode me delegar, eu desisto; até porque sou imatura pra isso, mas vejo tantas meninas e meninos iludidos que fico com dó.
E aí me vem as perguntas. Como alguém consegue dormir, descansar sabendo que está mentindo sobre seus sentimentos para alguám? Como consegue ouvir um "eu te amo, fica comigo" e responder mentindo: "o sentimento é mútuo, tu é a única perfeita, é quem eu quero pra vida toda"?
Sentimentos são um assunto muito delicado, não são brinquedos para que alguém brinque e depois largue num canto. Não importa a idade da pessoa, nunca se deve despertar o carinho de alguém se não se importa com a pessoa.
E são tantas mentiras... Sempre existiram, mas cada dia está mais comum ver gente mentindo e o mais incrível é que a gente pode chegar e "jogar na cara" todas as mentiras e o indivíduo continua mentindo.

O amor parece que se tornou tão banal. Todo mundo ama tão facilmente, todo mundo trai tão facilmente.
Relacionamentos não são descartáveis e te marcam a vida toda, então tenha cuidado. Errar todo mundo erra, é da naturaza humana, mas permanecer no erro já é desonestidade. O amor é bom, mas não é bobo.
E quem quer que esteja lendo isto, seja cristão ou não, tenho certea que há de concordar comigo que as características do verdadeiro amor estão em 1 Coríntios 13:4-13
"Quem ama é paciente e bondoso.
Quem ama não é ciumento em excesso,
nem orgulhoso, nem vaidoso.
Quem ama não é grosseiro, nem egoísta;
não fica irritado, nem guarda mágoas.
Quem ama não fica alegre quando alguém
faz uma coisa errada,
mas se alegra quando alguém
faz o que é certo.
Quem ama nunca desiste,
porém suporta tudo com fé, esperança
e paciência.
O amor é eterno.
[...]
Portanto, agora existem
estas três coisas: a fé, a esperança e o amor.
Porém a maior delas é o amor"
(Bíblia da Adolescente - Nova Tradução na Linguagem de Hoje, 2000, CPAD)
Quando  encontrar alguém com essas qualidades terá encontrado a pessoa certa para você.

Conselho Federal de Psicologia (CFP) volta a ameaçar psicóloga cristã Marisa Lobo

Tenho acompanhado em notícias através da internet (porque a mídia tradicional praticamente não dá atenção ao assunto) a absurda perseguição religiosa que o Conselho Federal de Psicologia tem promovido contra psicólogos que professam publicamente sua fé em Deus e em Jesus Cristo. Dois deles são especialmente atacados: Silas Malafaia e Marisa Lobo, por defenderem a chamada psicologia cristã e por afirmarem que a cura para o homossexualismo é possível para aquele que assim o desejar. Como não conseguiram caçar a licença do pastor Silas Malafaia, o CFP voltou a ameaçar a psicóloga Marisa Lobo; A notificação chegou no dia 22 de fevereiro e hostiliza diretamente a sua fé. 
A perseguição é tão descarada e aberta que Marisa tem mostrado em sua página do Facebook associações de psicólogos espíritas, afro-umbandistas, judeus, islâmicos, etc... Todos exercendo suas profissões sem problema algum e sem serem molestados pelo conselho. Pelo jeito o problema dos responsáveis pelo CFP é mesmo um preconceito monstruoso contra o cristianismo. Algo intolerável para um país que (ainda) se declara defensor dos direitos individuais, da liberdade de expressão e da liberdade religiosa. Segundo o site GospelMais, Marisa afirma que vai processar o CFP na justiça comum por ter aceito denúncias de racismo e homofobia sem sequer averiguar as acusações.
Nenhum dos argumentos do Conselho Federal de Psicologia contra Marisa faz qualquer sentido! Mesmo porque ela não inventou nada novo. O filósofo Olavo de Carvalho inclusive já comentou em seu programa no ano passado, que a psicologia cristã é uma das principais correntes da psicologia do século XX, cheia de nomes ilustres. E deixa um conselho ao CFP: “Vão estudar seus vagabundos!
É óbvio como a própria psicóloga observou, que existe uma grande mobilização organizada para transformar os cristãos em “homofóbicos” aos olhos da sociedade. E o pior é que muitos cristãos sinceros realmente acreditam no chororô e nas questionáveis estatísticas apresentadas pela militância gayzista; Outros líderes evangélicos de influência tem se omitido sobre o assunto (como se isso fosse salvar a pele deles mais tarde). Há também líderes religiosos que o fazem de má fé mesmo. Inimigos do verdadeiro cristianismo.
Faço um apelo aos leitores cristãos do meu blog: Vigiem! Fiquem mais atentos ao que está acontecendo, especialmente na política; um inimigo poderoso está tomando posição e se mobilizando para atacar e destruir totalmente a moral judaico-cristã e sua influência na sociedade. Um genocídio cultural.
A todos os demais leitores, que se preocupam em garantir a liberdade das pessoas, também faço um apelo: Peço que assinem essa petição pública A Favor da Psicóloga Marisa Lobo que nunca induziu ninguém aderir à convicções religiosas dentro do consultório, e está sendo tolhida de professar sua Fé. 

Clique aqui para assinar a favor da psicóloga.
 
Texto retirado do blog O Covil do Koiote
Clique aqui para ler o post original.
 



Switchfoot - We Are One Tonight



Nós Somos Um Esta Noite

Confira!

Esta Noite!

Esta Noite!

Vou me erguer
Vou cair
Eu vou desapontar todos

Construímos estas cidades para estarmos tão no alto
Mas perdemos nossas paredes

Eu não quero perder isso, caindo
Com o mundo todo de cabeça para baixo
Não tem nenhuma alma para eu poder confiar
Com o mundo todo de cabeça para baixo

Somos um esta noite
E cantamos!
Somos um esta noite
E sonhamos em voz alta!

O mundo é falho
Mas essas feridas vão ser curadas

Somos um esta noite!
Esta Noite!
Esta Noite!

Dois olhos
Uma língua
Eu me tornei
Desfeito

Não sou nenhuma vítima
Eu cumpri essas minhas obrigações
Eu vim pra perder

Não quero discutir sobre isso agora
Com o mundo todo de cabeça para baixo
Não tem nenhuma alma para eu poder confiar
O mundo todo de cabeça para baixo

Somos um esta noite
E cantamos!
Somos um esta noite
E sonhamos em voz alta!

O mundo é falho
Mas essas feridas vão ser curadas

Nós somos um esta noite!
Esta Noite!
Esta Noite!
Esta Noite!
Esta Noite!
Esta Noite!







Layout base por Julie Duarte ♥ Modificado e customizado por Segredo Feminino