Silêncio

No silêncio da noite
Na melancolia da escuridão
Meus sonhos não florescem
e trazem à tona a dor da solidão

Na calmaria do mar
Sob a beleza das estrelas
Observo o luar
Pensamento distante
Em outro lugar quero estar

No centro da minha apatia
Procurei por consolo
Mas para mim não há alegria

Mesmo que atravesse a cidade
não encontrarás felicidade
Estarei no seu pensamento
e gostarei de retribuir o sofrimento

Me trouxeste dor
Enquanto eu ainda possuía amor
Um dia olharei em seus olhos
E você verá o meu rancor

Sei que não vale a pena
Sofrer por você
Por isso, agora vou aproveitar a vida
Agora eu quero viver!


Cassiani Martins

Skillet - Discografia


Skillet (1996)




Hey You, I love Your Soul (1998)


ardent worship LIVE (2000)




Invincible (2000)



Alien Youth (2001)


Collide (2003)



Comatose (2006)







Comatose Deluxe Edition (2007)



Comatose Comes Alive (2008)

Piano Tribute (2008)


Awake (2009)

Skillet - Biografia

Skillet é uma banda de rock cristão de Memphis, Tennessee, formada em 1996. A banda é composta por John Cooper (vocalista, baixista), Korey Cooper (guitarrista, tecladista e backing vocal), Bem Kasica (guitarrista) e Jen Ledger (baterista e backing). Skillet gravou sete álbuns em estúdio e recentemente, foi indicado ao Grammy Awards com dois deles, Collide (2004) e Comatose (2006).[1] De lá pra cá, a banda tem expandido em muitos gêneros diferentes, incluindo Alternativo, Rock Industrial e Hard Rock.

História da banda:

A banda surgiu em 1996 com apenas John Cooper e Ken Steorts. Com o incentivo de seu pastor, a banda começou a tocar e logo Trey McClurkin se juntou como baterista temporário. A banda assinou com a ForeFront Records e logo lançaram o álbum Skillet que foi bem aceito pelo público e logo iniciaram uma pequena turnê.
Em 1998, a banda lançou seu segundo álbum, Hey You, I Love Your Soul. A diferença entre este e o primeiro álbum está na dependência dos teclados.
Pouco antes da gravação do terceiro álbum, Invincible - lançado em 2000, Ken Steorts deixa a banda e Kevin Haaland assume o posto de guitarrista. Após o lançamento de Invincible, Trey McClurkin também deixa a banda e Lori Peters assume a bateria. No mesmo ano, a banda lança seu primeiro CD de adoração, Ardent Worship.
Mais uma vez, agora em 2001, o posto de guitarrista é mudado, assim, Ben Kasica assume o lugar de Kevin Haaland. Esse ano também é marcado pelo lançamento de Alien Youth, que foi muito bem aceito pelo público, levando o Skillet a sua primeira grande turnê pelos Estados Unidos.
Em 2003, pelo selo Ardent Records, a banda lança Collide, que chamou a atenção de Andy Krap, presidente da A&R da Lava Records e, em 2004, os direitos de Collide foram comprados pela Lava Records, uma divisão da Atlantic Records. Em maio de 2004, Collide foi relançado sob o selo da Lava Records, com uma faixa bônus: "Open Wounds". Citando Linkin Park e P.O.D. como algumas das influências musicais de Collide, John Cooper disse: “Bem, eu sou um compositor e ouço de tudo, mas filtro o que eu gosto e o que eu não gosto. Todas essas coisas tem tido uma influência sobre mim”.
O álbum Collide levou Skillet a sua primeira indicação do Grammy Awards de 2005 como Melhor Álbum de Rock do Ano. Ele se tornou o álbum mais vendido até a data da premiação, com mais de 200.000 cópias, enquanto a banda fazia cerca de 200 apresentações em um ano - incluindo turnês com as bandas seculares Saliva, Shinedown e Finger Eleven, Three Days Grace, Breaking Benjamin e Seether.
O próximo álbum lançado foi Comatose, em 2006, com arranjos específicos e levando a banda a sua segunda indicação ao Grammy Awards de 2007 como Melhor Álbum de Rock ou Rap do Ano e à vitória na indicação ao GMA Dove Awards de 2008 na categoria de Melhor Música de Rock do Ano com a canção "Comatose".

Em 2007, Skillet lançou o Comatose Deluxe Edition CD/DVD e o The Older I Get EP.
Em janeiro de 2008, a baterista Lori Peters deixa banda para "escrever um novo capítulo em sua vida, agora longe da estrada" e a bateria é assumida por Jen Ledger. Em outubro de 2008, Skillet lançou Comatose Comes Alive CD/DVD Combo, que foi gravado em um show no Tennessee (EUA) em abril de 2008.

Turnês:
Skillet realizou uma turnê no Outuno de 2007 com bandas já conhecidas do público, como Breaking Benjamin, Three Days Grace e Seether.[2] Além dessas bandas, Skillet abriu alguns shows de Flyleaf na turnê Justice & Mercy (2007) que foi cancelada devido alguns problemas vocais de Lacey Mosley, vocalista do Flyleaf.
A banda também se juntou a Ron Luce & Teen Mania Ministries para uma turnê, Acquire Fire Tour pelos Estados Unidos e Canadá, e depois da turnê junto com Flyleaf, a banda se uniu novamente a Ron Luce e viajaram ao México com o Expedição Global, um programa para missionários adolescentes.
A última turnê da banda ocorreu entre março e maio do ano passado, com Thousand Foot Krutch abrindo os shows, na intitulada Comatose Tour. A banda participou de vários festivais, entre eles o SoulFest - evento com vários artistas cristãos, o Winter Jam Tour 2008 e California Mid State Fair 2008.

Integrantes:

• John Cooper - Vocal e contrabaixo
• Korey Cooper - Guitarra, Teclado e Sintetizador
• Ben Kasica - Guitarra
• Jen Ledger - Baterista
Discografia:
Álbuns de estúdio:

• Skillet (1996)
• Hey You, I Love Your Soul (1998)
• Invincible (2000)
• Alien Youth (2001)
• Collide (2003)
• Comatose (2006)
• Awake (2009)

Ao vivo:
• Ardent Worship (2000)
• Comatose Comes Alive (2008)

EPs:
• Alien Youth: Limited Edition (2001)
• The Older I Get (2007)

Outros:
• Skillet Piano Tribute(2008)

Videografia:
• Alien Youth: The Unplugged Invasion (2002)
• Comatose: Deluxe Edition (2007)
• Comatose Comes Alive (2008)

Mensagem para o jazigo de uma esquecida - Versão II

Preciso falar com você
Ajustar as contas do meu sofrer
Não vai ser fácil entender
Mas alguém precisa me ouvir
Por isso estou aqui

Há muito que deixei de viver
Não tem como você ver para crer

Essa dor que incomoda
Eu mandei embora
Mas ela não me obedeceu

Eu já chorei, eu já gritei
Eu já pedi, eu já sofri
Nada surtiu efeito
Pelo contrário,
Só fez aumentar a ferida em meu peito

Sua presença me alimentava
Quando você estava longe eu chorava

Morri de saudade,
Morri de inanição,
Mas agora
está bem mais calmo o meu coração

Desconhecendo a vida
Me sentia perdida

Não conseguia te tocar
Não sentia seu cheiro no ar
Quando isso percebi,
quis gritar
Mas minha voz quem iria escutar?

Agora vejo culpa
no seu peito enraizada
Culpa pela minha tristeza
e por eu ter me sentido abandonada

Mas o tempo passa, veja só
Te observo chorar
E não sinto dó

Antes de voltar
Te deixo um último recado:
Fique com os mortais o tempo que quiser
Pois você não é mais o meu amado

Cassiani Martins






Layout base por Julie Duarte ♥ Modificado e customizado por Segredo Feminino