Esta estranha criatura chamada homem

"Um ser de outro mundo estacionou sua nave espacial num lugar isolado. Na manhã seguinte, passou por um campo militar, onde viu uns homens metendo facas, presas em paus de rara aparência, em sacos de palha.
-Que é isto- perguntou a um jovem uniformizado.
-Prática de baioneta- respondeu o jovem. -Estamos praticando em imitações. Temos que aprender a usar a baioneta de maneira certa para matar homens. É claro que não matamos muitos homens com as baionetas. Matamos a maioria deles com bombas.
-Mas por que querem aprender a matar os homens? - exclamou o ser, espantado.
-Nós, não- disse o jovem amargamente. -Mandam-nos
aqui contra a nossa vontade e não sabemos o que fazer a respeito.
Essa tarde o Ser passou por uma cidade grande. Notou que uma grande multidão se reunia em uma praça pública para ver um jovem uniformizado que era condecorado com uma medalha.
-Por que o estão condecorando com uma medalha?-inquiriu o ser.
-Porque matou cem homens em uma batalha-disse um homem perto dele. O Ser olhou com horror para o jovem que havia matado cem homens e se foi.
Noutra parte da cidade o Ser ouviu uma rádio anunciando bem alto que certo homem estava prestes a ser executado.
-Por que o mandam à morte?-perguntou o Ser
-Porque matou dois homens-disse o homem interrogado. O Ser se foi, aturdido.
Nessa noite, depois de haver pensado sobre o assunto, o Ser abriu seu caderno e escreveu:
Parece que todos os jovens são forçados a aprender a matar homens eficientemente. Aqueles que triunfam ao matar um grande número de homens são recompensados com medalhas. Os que se revelam maus assassinos e conseguem matar apenas poucos homens, são castigados e condenados à morte.
O Ser meneou a cabeça tristemente e acrescentou uma observação:
Parece que esta estranha criatura chamada Homem exterminará rapidamente a si mesma.
(Peregrina da Paz)






Layout base por Julie Duarte ♥ Modificado e customizado por Segredo Feminino